quinta-feira, 19 de setembro de 2019

terça-feira, 13 de agosto de 2019

15ª Procissão de Xangô

No dia 16 de junho de 2019 a APEU mais uma vez se presente, agora na 15ª procissão a Pai Xangô, promovida pela E.C. Aldeia de Caboclos.

Fotos:








quarta-feira, 5 de junho de 2019

O traje dos assistentes no templo umbandista:


Resultado de imagem para escolha de roupasO terreiro de Umbanda é um templo religioso, um hospital, uma escola de educação de almas, na qual o Plano Espiritual se faz presente através dos Mensageiros de Jesus, proporcionando amparo e providenciando recursos diversos de auxílio para todos os que ali comparecem encarnados ou desencarnados. 

Por essa razão deverá ser um ambiente de recolhimento espiritual, merecendo respeito, consideração e recato por parte dos que o frequentam, devendo estes contribuírem com os seus bons pensamentos e atitudes dignas para que se estabeleça um clima favorável ao equilíbrio das reuniões espirituais. 

A tenda de Umbanda, não se assemelha a um clube de lazer, a um teatro, a um cinema ou a uma praça de esportes, onde as pessoas se apresentam vestidas como bem entendem.

Exige traje adequado, compatível com o ambiente religioso que a caracteriza: vestimentas simples, apropriadas ao clima, sem os exageros da moda profana que cultua a nudez e induz a sensualidade, baixando o teor vibratório das reuniões trazendo também prejuízos espirituais aos responsáveis por esses desequilíbrios. 

Em nome da caridade, da fraternidade e da tolerância não devemos ser coniventes com a licenciosidade perniciosa que avassala a nossa sociedade incauta, permitindo que os valores morais e os bons costumes sejam relegados a plano secundário.

Cabe, pois, aos que têm a responsabilidade de dirigirem os terreiros de Umbanda, promoverem campanhas de conscientização junto aos seus colaboradores e frequentadores através de palestras, cartazes e mensagens, objetivando a preservação dos bons hábitos ou modos no ambiente espiritual.   

Texto de Cleofano Golze

Jornal Umbanda Branca - ANO II – Nº 14 – JUNHO/2006


Aconteceu - Sessão especial de Mesa Branca

Por ordem do nosso mentor, Caboclo Ubatuba, foi realizado na noite de 25 de maio um trabalho especial de Mesa Branca, dentro da linhagem Kardecista, visando a orientação e o auxilio aos nossos irmãos desencarnados.
Graças a Deus, mais uma vez tudo transcorreu em paz e muitos foram aqueles que puderam ser beneficiados com esta ação.

Fotos (tiradas após o término dos trabalhos):














OS PRETOS-VELHOS

Resultado de imagem para pretos velhosA Linha dos Pretos-Velhos é composta principalmente por espíritos de negros escravos (retirados à força de sua terra natal ou nascidos aqui mesmo no Brasil). 
Grandes sábios, os vovôs e vovós da Umbanda formam uma grande corrente de luz, onde a humildade é, sem dúvida, a principal característica. 
Demonstram como poucos o verdadeiro sentido da palavra perdão, pois, mesmo depois de tudo o que sofreram quando encarna-dos, conseguem transmitir a todos aqueles que os procuram, a alegria e o amor próprios de quem resgatou suas dívidas pretéritas, e que, atualmente podem gozar da liberdade espiritual, na Aruanda do Mestre Oxalá. 
Lógico que nem todos que se apresentam na gira foram verdadeiramente negros ou velhos na última encarnação, porém, aos espíritos que desejam pregar a humildade, não poderia existir linha melhor para se trabalhar. 
A Umbanda comemora o Dia dos Pretos-Velhos em 13 de maio, numa associação ao dia da Libertação dos Escravos, com a criação da Lei Áurea, assinada pela Princesa Isabel em 1888.
Salve todos os Pretos-Velhos! 
Adorei as Almas!

PONTOS AOS PRETOS-VELHOS

Navio negreiro, vem beirando o mar
Trazendo os africanos para trabalhar            (Bis)
Oi saravá! Povo de Umbanda
Ele abre a sua gira em qualquer lugar           (Bis)

Pai Joaquim êê, Pai Joaquim êá
Pai Joaquim é Rei de Angola
Pai Joaquim é de Angola, Angolá

Vem das bandas do Sol Nascente
Vamos saudar Pai Tomás
Vem curar corações e mentes
Esperança ele sempre traz                             (Bis)
Não fuma, não bebe, não grita
É o mensageiro da paz
Vamos saudar minha gente
A corrente de Pai Tomás                              (Bis)

Por Sandro Mattos
Jornal Umbanda Branca - ANO II – Nº 13 – MAIO/2006


Louvação aos Pretos-Velhos 2019

Na noite de 11 de maio de 2019 a APEU realizou sua gira festiva em louvação aos Pretos-Velhos.
Os vovôs e vovós de Aruanda se fizeram presentes, abençoando, orientando, benzendo e principalmente, transmitindo muitos ensinamentos a todos.
Além disso, abençoaram os bolos de fubá e um delicioso cafezinho feito á moda do cativeiro, que foram distribuídos aos que vieram prestigiar o evento.
No final, Pai Silvio leu o poema-prece "As Sete Lágrimas de Pai Preto" e a luz brilhou com a corrente reluzente.
Adorei as Almas!

Fotos:























DROGAS – ELAS FAZEM MUITO MAL


Resultado de imagem para drogasMuita gente acredita que o consumo esporádico de drogas não faz mal. Errado. Todas as drogas são de alto risco: prejudicam a saúde, perturbam os estudos e alteram o humor para pior. E ninguém sabe de antemão se vai ou não se tornar um viciado.

ÁLCOOL: Provoca cirrose e hepatite alcoólica, hipertensão, problemas cardíacos. Causa danos cerebrais e provoca perda de memória. Leva à de-pendência física, com graves crises de abstinência e, em grandes doses, provoca coma.

MACONHA: Causa apatia e perda de motivação, prejudica a memória e o raciocínio. Estudos mostram que quem fuma maconha está mais sujeito a sofrer de insuficiência cardíaca e esquizofrenia.

COCAÍNA: O risco de overdose é alto, o que pode levar à morte. O uso contínuo causa degeneração muscular, perda do desejo sexual, alucinações e delírios. Uma em cada cinco pessoas que experimentam a droga se torna dependente.

ECSTASY: Induz aos ataques de pânico e ansiedade. Provoca danos nas células nervosas, o que leva à depressão crônica.


Jornal Umbanda Branca - ANO III – Nº 24 – MAIO/2007

O ESTALAR DE DEDOS


Resultado de imagem para o estalar de dedosEsta é uma das coisas que vemos e geralmente não nos perguntamos. Talvez por parecer algo de importância mínima. 

Nossas mãos possuem uma quantidade enorme de terminais nervosos, que se comunicam com cada um dos chacras de nosso corpo:

Dedo Polegar - Chacra Esplênico (região do baço), Indicador - Cardíaco (coração), AnularGenésico ou básico (base da espinha), Médio -  Coronal (alto da cabeça),  Mínimo - Laríngeo (garganta), na região quase central da mãoChacra Solar (estômago) e próximo ao monte de Vênus (região "gordinha" da mão) - Chacra Frontal (testa). 

Estas são algumas das terminações nas palmas das mãos, apenas para ilustrar a correspondência existente. 

O estalo dos dedos se dá sobre o Monte de Vênus e dentre as inúmeras funções conhecidas pelas Entidades, está a retomada de rotação e freqüência do corpo astral, descarga de energias negati-vas, além de certas condições psíquicas particulares, que ativam faculdades propiciatórias à magia e à mecânica de ordem astral. 
Fonte: Site Tenda Caxana - Helcinho

Jornal Umbanda Branca - ANO III – Nº 24 – MAIO/2007


Aconteceu - Festa de Ogum 2019

No dia 27 de abril de 2019 a APEU realizou mais uma gira festiva em Louvação a Senhor Ogum.
Na ocasião foi realizado o batismo do pequeno Daniel, filho do Ogã Rogério e da médium Ediana.
Os falangeiros de Ogum se fizeram presentes e atenderam a todos com passes e orientações e depois vibraram um bolo que foi dividido entre os presentes após os trabalhos espirituais. Também foram energizadas várias espadas-de-são-jorge vegetais, que foram distribuídas para todos que estiveram no evento.
E no final, após a prece de Ogum proferida por Pai Silvio, todos iluminaram o piso da engira com as velas da corrente reluzente.

Fotos: