sexta-feira, 18 de julho de 2014

ESTÁ COM PROBLEMAS?

Pelo sacerdote Paschoal D' Oxaguian
Um médium que atendia em sua humilde casa, ele e apenas um assistente, abriram as portas de sua casa e se dedicaram para ajudar os necessitados como de rotina. Certa noite, tudo preparado para o início dos trabalhos, o pessoal começou a chegar e sentar-se nas cadeiras, no local chamado de "Assistência".
Apesar de pequeno o local, o pessoal foi chegando e se acomodando como dava. Adentrou um casal de idosos, uma mulher com um bebê de colo, um jovem rapaz, uma senhorinha de idade, um senhor sujo e com a roupa rasgada e uma linda jovem cheia de joias e aparentando muita saúde.
Ao dar início aos trabalhos, desce em terra sobre o médium, um Preto Velho. Sua assistente acende seu cachimbo, serve um pequeno pedaço de bolo de fubá, cafezinho e sua vela branca. Todos ansiosos para o início da consulta, quando a assistente diz:
__ O Preto está chamando quem gostaria de tomar passe e consultar.
Antes da assistente chamar as crianças primeiro, a Jovem linda, com suas joias, levanta-se e diz:
__ Eu, eu... eu primeiro.
Todos respeitam e ela segue em direção ao preto velho. E começa o diálogo.
__ Preto, estou sofrendo muito, não aguento mais, a solução da minha vida é o Senhor, me ajude por favor.
O Preto olha assustado a ela, sem ter tempo de correr uma rápida gira ou se quer olhar na vela e diz:
__ Fia, o que houve? Calma, Nego vai te ajuda.
__ Preto, meu marido largou de mim, eu amo ele, faça alguma coisa, não aguento mais, já pensei em me matar, usa suas forças e traz ele de volta.
__ Fia, nego... (interrompido)
__ Eu amo muito ele, não quero ele com nenhuma outra vadia, só pra mim, faça uma amarração, estou sofrendo muito...
__ Fia, Nego num faz amarração
__ Eu pago.
__ Fia, Nego num cobra.
__ Preto, por favor, estou sofrendo muito, minha vida se arruinou por causa da falta dele.
__ Tudo bem, Fia, vou te ajudar, mas mantem a calma e não é com amarração que se arruma isso.
__ Preto eu pago o que for preciso, quero ele só pra mim de volta.
Então Preto velho sábio, muito calmo, dá risada e diz:
__ Fia, volte a sentar lá que eu vou atender o pessoal e te chamo depois deles.
__ Mas, preto, o Senhor não entende minha situação, como eu vou ficar por última? Preciso dele amanhã mesmo ou quando sair daqui.
__ Fia, eu vou te aju....... (Interrompido)
__ Preto, olha essas pessoas, eu duvido que elas estejam mais desesperadas do que eu.
Então, preto velho pensa um pouco e diz: 
__ Fia, vou deixa você por último justamente por isso. Eu cuido do caso deles rapidinho, o seu é mais demorado, prometo que você vai ficar mais calma quando acabar de conversar comigo.
__ Mais, preto, olhe esse pessoal... (interrompida)
__ Fia, olhe esse pessoal também. Não posso contar os problemas alheios, mas olhe ao seu redor... eu vou te ajudar, basta eu acabar o trabalho deles.
__ Vai demorar preto, quero muito ele, logo, o quanto antes.
__ hehehe. Não vai, não, fia. Aquele moço jovem está com demanda e feitiços, perdendo tudo o que tem, eu quebro rápido. O Casal de senhores está com problema com o filho por causa das drogas e a casa suja, isso também não vai demorar. A Senhora sozinha está com uma doença grave nas pernas e vai ter que amputar, mas não é tão grave como o sofrimento seu.
__ E a mulher com o bebê parece bem.
__ O bebê está com obsessor, não dorme, só chora, e esse espírito obsessor bate no pequeno nas noites de sono.
__ Tá... mas aquele senhor sujo, com roupas rasgadas, não está com tanta pressa. Olhe, preto, está até cochilando na cadeira.
__ Rs, rs... Sim, fia, ele vive na rua e vem sempre aqui, espera todo mundo acabar de se consultar pra pode comer um pedaço do meu bolo e tomar café com o nego pra amenizar a fome.
Então a moça olha bem, abaixa a cabeça e diz:
__ Está certo, preto, vou esperar.
Ela dá às costa pro preto velho e escuta:
__ Fia, Qual era seu problema mesmo?
Envergonhada e enxergando a diferença de problemas, ela diz:
__ Nada, preto, nada. Só vim tomar um passe.

Resumindo, quando você acha que está com um Problema, olhe ao seu redor, veja os problemas dos outros, depois volte olhar o seu, ops... cadê?? Eu tenho problemas??

Fonte: Jornal Umbanda Sagrada - 169.3 

Um comentário:

Stênio Augusto Mesquita disse...

Eu, realmente, na verdade, graças à Deus, não tenho nenhum problema ! Referente, à sabedoria de um Preto Velho, nada tenho a reclamar ! Saravá meus Pretos Velhos e Preta Velha ! Adorei as Almas !