segunda-feira, 25 de abril de 2011

GRATA SURPRESA - FESTA DE OGUM DA APEU É INDICADA NO JORNAL DIÁRIO DE SP

SAIU NO JORNAL DIÁRIO DE SP 
20/04/2011
À imagem e semelhança de Jorge


Neste ano, Ogum será celebrado por muitos umbandistas antes ou depois da Semana Santa. O motivo é o mesmo pelo qual as datas das festas para São Jorge foram alteradas: a coincidência do dia de nascimento do orixá com o Sábado de Aleluia


Deise Machado de Oliveira


DIÁRIO SP
Se como manda o sincretismo, Ogum é São Jorge e São Jorge é Ogum, nada mais natural então que a mudança de data dos festejos de aniversário de um também seja válida para o outro. Muitos seguidores de umbanda no país (cerca de 4 milhões) optaram por render homenagens a Ogum antes ou depois da Semana Santa já que, este ano, o Sábado de Aleluia coincide com o aniversário de São Jorge.

O respeito à liturgia católica, bem como o fato de muitos umbandistas cultuarem os orixás sem abrir mão dos preceitos e rituais católicos, explicam a mudança. Em São Paulo, várias festas para Ogum foram agendadas de acordo com a coincidência. "Acho uma saída inteligente. A umbanda é sincretismo", defende o sacerdote Rubens Saraceni, de 60 anos.

Como ministro religioso da Associação Umbandista e Espiritualista do Estado de São Paulo (Aueesp), Rubens organiza uma festa que, anualmente, reúne de 2 a 3 mil pessoas na Mooca, Zona Leste da capital. Tradicional no domingo posterior ao 23 de abril, este ano ela será no 1 de maio.

"Não queremos colidir com ninguém. Queremos é uma festa sadia", observa o securitário Luís Renato da Silva, de 39 anos. "Umbandistas antigos estabeleceram um forte sincretismo com a Igreja Católica e isso perdura", diz o empresário Sergio Fontes, de 59 anos.

Origem/ A umbanda é uma religião brasileira. Surgiu em 1908 por obra do médium Zélio Fernandino de Moraes. No período de 1950 a 1970, registrou seu maior crescimento. Depois, estabilizou-se. Rubens Saraceni explica que ela mescla fundamentos do candomblé com o kardecismo e lembra que já foi alvo de preconceitos da Igreja Católica. Para burla-los, inclusive, foi que umbandistas começaram a se apoiar no sincretismo: aparentavam louvar santos, mas celebravam orixás.

"Hoje sofremos preconceito ainda, mas por parte de outras religiões. Conheço umbandistas cujas casas foram apedrejadas e que foram pressionados pelo chefe a abandonar a religião", conta Rubens. Uma das ideias erradas sobre a umbanda, observa, é que o sacrifício de animais faz parte dos rituais.

Festas ao orixá em SP

30 de Abril
Festa em homenagema Ogum
Organização: Associação de Pesquisas Espirituais Ubatuba
Local: Rua Romildo Finozzi, 137, Jardim Catarina
Horário: 18h30
Tel: (11) 2911-4198

Rito em homenagem a Ogum
Organização: Templo de Umbanda Vinha de Luz
Local: Rua Joaquim Rezende, 2.921, Freguesia do Ó
Horário: 19h
Tel: (11) 2368-9051

Procissão em homenagem a Ogum e São Jorge
Organização: Federações e lideranças da umbanda e do candomblé da Grande São Paulo e do interior
Local: Concentração em frente à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp)
Horário: a partir das 14h
Tel: (11) 3453-6175

1º de Maio
Homenagem a Ogum
Organização: Associação Umbandista e Espiritualista do Estado de São Paulo (Aueesp)
Local: Clube da Mooca, Rua Taquari, 635, Mooca
Horário: a partir das 15h
Tels: (11) 2606-8488 e (11) 2606-8988

8 de Maio
11ª Grande solenidade em homenagem a São Jorge e Ogum
Organização: Federação dos Centros Espíritas de Umbanda do Estado de São Paulo e Escola Élcio de Oxalá
Local: Clube Acenipa, Rua Itajuibe, 329, Itaim Paulista
Tel: (11) 2231-0520

Um comentário:

Annapon disse...

Olá mano!
Parabéns à familia APEU!
Um abraço,
Annapon

Visite meu blog, será bem vindo!
http://annapon-coisasdaalma.blogspot.com/